Maria AUSILIATRICE

Maria AUSILIATRICE

sabato 25 novembre 2017

POR - NOVENA IMMACOLATA 2017


Ambito Famiglia Salesiana

NOVENA DA IMACULADA 2017
“Maria Mãe de Deus e da Igreja, está ativamente presente na nossa vida e na história do Instituto”
(Const. art. 44).
A partir da primeira casa na América (em Villa Colón), propomo-vos a nossa sugestão para a preparação da festa da Imaculada, fazendo com que o coração viva muitos momentos importantes de amor a Maria, como os experimentados pelos primeiros missionários que pisaram o solo americano no Uruguai, com MARIA HÁ 140 ANOS. As nossas primeiras irmãs conseguiram imprimir em todos os corações americanos esse amor por Maria: ela viveu em plenitude total a Deus e ao próximo, ela foi Mestra, Mãe, Confiante, aquela que enxugou as lágrimas da saudade, que encorajou a avançar em todos os momentos na missão.

Somos convidados a confrontar as experiências dos primeiros tempos das missionárias com a nossa devoção mariana hoje e pedir a Maria que seja uma ajuda potente, não só para orar, mas para viver o ardor apostólico em que nos comprometemos transmitir o amor a Maria a todas as pessoas que nos rodeiam, especialmente às crianças e jovens dos nossos ambientes educativos.

PRIMEIRO DIA
COM MARIA HÁ 140 ANOS
A devoção a Maria na primeira comunidade de Mornese, vivida como um caminho mariano progressivo, é um verdadeiro itinerário mariano. Sem nunca perder a profunda devoção a Maria Imaculada, a comunidade passou a promover a devoção à Consolata e, definitivamente, a devoção a Maria Auxiliadora, vivendo-a e difundindo-a dali em diante com grande amor e veneração. É por isso que, na Crónica do Colégio de Mornese, se lê que, para pôr fim às acusações feitas às novas Irmãs de Dom Bosco de serem infiéis ao primeiro compromisso de Filhas de Maria Imaculada, declararam: Ser Filhas de Maria Auxiliadora não significa ser menos Filhas da Imaculada, pelo contrário, a nossa fórmula dos votos conclui-se com a bela invocação: ó Maria, Virgem Imaculada, poderoso auxílio dos cristãos. Além disso, terminamos as nossas práticas de piedade com "bendita seja a Santa e Imaculada Conceição".
Don Pestarino diz-nos que em todas as casas salesianas a festa de Maria Imaculada é solenemente celebrada como Maria Auxiliadora dos cristãos. Dom Bosco não nos afastou da nossa devoção primitiva, mas aperfeiçoou-a. Agora somos FMA porque amamos Maria Imaculada. Ele uniu as duas devoções ao chamar, à Virgem Imaculada, umas vezes Auxiliadora, outras, Virgem Imaculada Auxiliadora dos cristãos (Cf. Cronistória vol.1 p.160).
COM MARIA HOJE
Que impacto tem a experiência da festa da Imaculada a nível pessoal e da missão apostólica?
Recordemos e agradeçamos àqueles que nos ensinaram a amar Maria.
Maria Imaculada, roga por nós.



SEGUNDO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

Antes que Dom Costamagna deixasse Mornese, tinha desaparecido da capela do Colégio o quadro de Maria Auxiliadora, que Don Pestarino tinha pedido a Dom Bosco para benzer para a sua querida capela. Foi uma das primeiras reproduções da Virgem de Valdocco.
Don Costamagna, antes da sua saída para a primeira expedição das FMA, confiou a imagem de Maria Auxiliadora à Irmã Teresa Mazzarello, com a recomendação de não a entregar a ninguém, para a guardar até chegar a solo americano e conservá-lo como uma lembrança de Mornese. As missionárias alegraram-se e protegiam a imagem como um tesouro precioso. Diante dessa foto professou os votos a primeira FMA (Cf Cronistoria vol. 2, 145). Esta imagem é conservada hoje na "Sala da Memória" em Almagro, Buenos Aires, Argentina.

COM MARIA HOJE

Durante o dia, preparamo-nos pessoalmente para renovar a nossa consagração ao Senhor, pedindo a Maria pela nossa fidelidade. Recordemos especialmente as nossas irmãs missionárias, para que seja ela a guiá-las, acompanhá-las e apoiá-las em todos os momentos, especialmente em momentos difíceis.
Ó Maria Imaculada Auxiliadora dos Cristãos, rogai por nós.



TERCEIRO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

Novembro de 1877. As primeiras seis missionárias estão em torno de Madre Mazzarello ... estes são os últimos momentos com ela. A um dado momento, aparece Don Cagliero com outra imagem: é uma bela pintura de Maria Auxiliadora, em tela, segurando uma criança sorridente em seus braços. Ele diz com simpatia: "Roubei-a da sacristia de Valdocco para vós". É uma pintura feita por um homem que sofria de doença ocular e estava prestes a ficar cego. Ele virou-se para Dom Bosco, que, depois de girar por um momento o pincel na tela, abençoou-o. Naquele momento, o homem readquiriu a vista e deu a Dom Bosco esta reprodução da Virgem. É um quadro milagroso. Dá-nos alegria só de o ver. Dom Cagliero continua: "Dom Bosco benzeu-o outra vez e manda-o às missionárias. Ficai com ele e que a Virgem vos abençoe nesta longa viagem "(Cf Cron. Vol. 2, p. 146). Esta pintura é conservada ainda hoje na Capela de Villa Colón, Montevideu, Uruguai.

COM MARIA HOJE

Na oração da manhã ou da noite, apresentemos a Maria tantas crianças que perderam a alegria de viver, vagueiam pelas ruas sem qualquer pessoa de referência, que são exploradas física e emocionalmente por adultos. Peçamos a Maria que toque os corações dessas pessoas e permita que as crianças encontrem uma "mão amiga" para as ajudar a sair dessa situação e a viver a sua infância com dignidade e esperança.
Pessoalmente e em comunidade, interroguemo-nos: que podemos fazer de concreto pelas crianças com quem contactamos nas nossas casas e que vivem em situação difícil?
Maria Imaculada Auxiliadora, roga pelas crianças


QUARTO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

14 de novembro de 1877: Dom Bosco olha para o navio enquanto sai do porto. Madre Mazzarello esforça-se por não chorar. Don Cagliero queria dizer alguma coisa de engraçado para levantar o ânimo, mas não pode. De repente, vem como que um som do lado do mar: é Don Costamagna que toca órgão e o coro das seis missionárias que canta "Eu quero amar Maria". A canção perde-se na distância. É uma doce lembrança, porque quando D. Costamagna compôs esta música em Mornese e a repetia, Madre Mazzarello dizia-lhe: "Não é só D. Costamagna que quer amar a Virgem, também nós a queremos amar!"

COM MARIA HOJE

Nos momentos difíceis da vida, quando não vejo com clareza o caminho: qual é a minha experiência com Maria? Sugiro a outras pessoas que se aproximam de mim, em momentos de dificuldade, para olharem com confiança e amor para Maria?
Maria Auxiliadora, Mãe da Esperança, roga por nós


QUINTO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

Da Carta a Madre Mazzarello escrita pelas missionárias na ilha das Flores (Montevideu): "Durante as longas noites, (Don Costamagna) tocava órgão e cantava com os clérigos: O Marinheiro, O órfão, etc. ... Em vez disso, nós cantávamos: "Quero arder de amor", "Chamar Maria", etc. etc. e, às vezes, o Ave Maris Stella, mas com uma música nova, ensinada por uma senhora espanhola, Ernestina, muito religiosa. O diretor também a aprendeu e disse que é muito linda, que ele ia escrever a música e enviá-la para a Itália ".

COM MARIA HOJE
No ato de entrega a Maria, rezaremos por todos os Países do mundo, especialmente por aqueles que estão em guerra, pelas catástrofes climáticas, pela situação impotente dos migrantes, a violência causada pelo tráfico de droga, o tráfico de seres humanos, pedindo a Maria que seja a Estrela que ilumina e dá esperança nestas situações difíceis que o nosso mundo vive. Partilharemos uma experiência significativa que a nossa Inspetoria ou comunidade está a realizar em favor de alguma destas situações.
Maria Imaculada Auxílio dos Cristãos, roga por eles.


SEXTO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

Da carta escrita da ilha das Flores por Dom Costamagna a Madre Mazzarello: "Diga a todas as irmãs que venham com gosto para a América, mas que deixem antes a vontade própria, mesmo nas pequenas coisas. Cada vez descubro mais que a Virgem gosta muito das suas filhas, mas é preciso que a amem e a façam amar"
COM MARIA HOJE

A dimensão missionária é um elemento fundamental da nossa identidade de FMA e é a expressão do nosso rosto universal, presente desde as origens do Instituto.
Reflito sobre a medida do meu coração missionário: como vivo esta dimensão evangelizadora do carisma na minha situação, na comunidade, no trabalho? Recordemos o testemunho dos missionários/as que conhecemos. Partilhemos e agradeçamos. Renovemos o nosso ser missionárias de esperança e alegria.
Maria Imaculada, Auxílio dos Cristãos, roga pelas missionárias.


SÉTIMO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

Quando a primeira comunidade missionária finalmente se estabeleceu em Villa Colón, a pequena casa estava bem longe de ser confortável, mas tinha um tesouro: a imagem da Auxiliadora. A Irmã Ângela Valese escreve a Dom Bosco: "Agradecemos muito o quadro de Maria Auxiliadora que nos deu, se o visse! Está aqui na nossa capela que é muito pequena, o quadro ocupa quase uma parede inteira". "Nos dias de festa, a nossa capela, devido à falta de igrejas nestes lugares, fica cheia de pessoas que vêm participar nas nossas celebrações. Todos ficam encantados com o lindo quadro de Maria Auxiliadora e louvam a nossa querida Mãe ..." (Da crónica de Villa Colón).

COM MARIA HOJE

Nós também podemos ser missionários com e como Maria hoje, reforçando o nosso compromisso missionário ao encontrar ou visitar alguém que esteja a atravessar uma situação difícil ou dolorosa para incentivar e dar esperança. Se possível, partilhemos uma foto ou uma medalha de Mara com ela.
Maria Imaculada, Auxílio dos Cristãos, roga por nós.

OITAVO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

Da crónica de viagem ao Uruguai de Madre Catarina Daghero – novembro de 1895:
“Não quero colocar um ponto sem antes ressaltar que na América há uma devoção especial a Maria Auxiliadora. Não há uma casa que não tenha a sua estátua no pátio".

COM MARIA HOJE

"Confiando nas palavras de Dom Bosco:" É Maria quem nos guia ", queremos cultivar por ela um amor grato e carinhoso e comprometer-nos em transmiti-lo às jovens. Na Imaculada Virgem Maria Auxiliadora contemplaremos a plenitude da entrega a Deus e ao próximo ... Recorreremos a Maria com simplicidade e confiança "(Const. art. 44).
Rezaremos o terço do Rosário pedindo a Maria que nos guie como boa Mãe, cheia de misericórdia.


NONO DIA
COM MARIA, A 140 ANOS

Desde 2012, uma bela estátua de Maria Auxiliadora foi colocada na ilha das Flores, no Uruguai, em memória das nossas primeiras missionárias que, COM MARIA, há 140 anos chegaram à América.

Naquela ilha passaram as duas pinturas benzidas por Dom Bosco. A partir daquela ilha solitária e desconhecida de todo o mundo, Maria ainda está presente nos nossos corações e abençoa as gerações sucessivas que se dedicam apaixonadamente à missão de evangelização.

COM MARIA HOJE

Olhemos para a Auxiliadora da ilha das Flores e partilhemos o que ela nos sugere. Ela foi e é uma missionária com as missionárias. Peçamos a Maria que interceda por todas as futuras FMA em todo o mundo, para que tenham a mesma paixão apostólica das nossas primeiras irmãs.
Maria Imaculada, Auxílio dos Cristãos, roga pelas vocações.


Sugerimos que se reze esta linda Oração no dia 8 de dezembro, Solenidade da Imaculada Conceição de Maria, composta pelo Papa Francisco e rezada diante da Imaculada,
na Praça de Espanha, Roma, em 2016:

Ó Maria, nossa Mãe Imaculada,
no dia da tua festa venho a Ti,
e não venho sozinho:
Trago comigo todos aqueles que o teu Filho me confiou,
nesta cidade de Roma e em todo o mundo,
para que tu os abençoes e os salves dos perigos.
Trago a Ti, Mãe, as crianças,
especialmente aquelas sozinhas, abandonadas,
e que por isso são enganadas e exploradas.
Trago a Ti, Mãe, as famílias,
que levam para a frente a vida e a sociedade,
com seu compromisso diário e escondido;
especialmente as famílias que têm mais dificuldades,
por tantos problemas internos e externos.

Trago a Ti, Mãe, todos os trabalhadores, homens e mulheres,
e confio a ti especialmente aqueles que, por necessidade,
se esforçam em realizar um trabalho digno
e aqueles que perderam o trabalho ou não conseguem encontrá-lo.

Temos necessidade do teu olhar imaculado,
para reencontrar a capacidade de olhar para as pessoas e as coisas
com respeito e reconhecimento,
sem interesses egoístas ou hipocrisia.

Temos necessidade do teu coração imaculado,
para amar de maneira gratuita,
sem segundas intenções, mas buscando o bem do outro,
com simplicidade e sinceridade, renunciando às máscaras e truques.

Temos necessidade das tuas mãos imaculadas,
para acariciar com ternura,
para tocar a carne de Jesus
nos irmãos pobres, doentes, desprezados,
para levantar aqueles que caíram e sustentar quem vacila.

Temos necessidade dos teus pés imaculados,
para ir de encontro àqueles que não podem dar o seu primeiro passo,
para caminhar pelos caminhos de quem está perdido,
para ir e encontrar as pessoas que estão sós.

Nós te agradecemos, ó Mãe, porque mostrando-te a nós
livre de qualquer mancha de pecado, Tu nos recordas que antes de tudo existe a graça de Deus,
existe o amor de Jesus Cristo que deu a vida por nós, existe a força do Espírito Santo que tudo renova.
Faz que não cedamos ao desencorajamento, mas, confiando na tua constante ajuda, nos empenhemos a fundo para renovar nós mesmos, esta Cidade e o mundo inteiro.
Reza por nós, Santa Mãe de Deus". Amen!
























Nessun commento:

Posta un commento